quarta-feira, dezembro 21, 2005

Ontem eu fui num jantar de confraternização da empresa onde meu marido trabalha. Ele não estava muito animado pra ir não, mas eu o convenci de que a empresa é o lugar onde a gente passa a maior parte do nosso tempo , que nossos colegas de escritório são como nossa segunda família e que não se recusa um convite pra comer e beber de graça no Lellis Trattoria.

A metade dos funcionários são japoneses e a oiutra metade são descendentes, mas todos com carinha de oriental. O maior problema pra mim, é identificar ali naquela festa quem fala ou não o portugues e quando eu menos espero tem um Japa San conversando comigo num japones desembestado. Eu só conheço três ou quatro palavrinhas nesse idioma, mas uso e abuso delas nessas horas.

Uma delas é o famoso hay. Essa eu aprendi depois de muitos anos assistindo karate kid na sessão da tarde. A outra é rontô. Essa é uma expressão e você diz quando alguem está contando uma história, seria mais ou menos um : é verdade? puxa! é mesmo? nossa! - e tem as mais famosas, porem não menos importantes: domo arigatô e sayonara (obrigado e até logo respectivamente) . Ahh e tenho mais uma na manga, aquela que causa o maior impacto, pois faz o Japa San acreditar que eu me lembro dele da festa passada ( o que é quase impossível, numa festa onde só tem japa) que é a o sachi buri, que você diz quando não ve uma pessoa há muito tempo.

E eu quase que passo a noite toda ali no: hay, hay. ahh rontô? ahh rontô des né! o sachi buri Tebukuro San. domo arigatô!

É claro que minha expressão corporal de ficar inclinando o corpo pra frente a cada 30 segundos, igual as japonesas, aliada a quantidade de sake na cabeça do japa faz com que ele acredite cegamente que eu estou lá entendendo tudo que ele está falando e no dia seguinte ainda comente que meu japonês é muito bom hahahaha.

Ainda bem que essas festas acontecem somente uma vez por ano, e quem sabe até o ano que vem, eu consiga ampliar meu vocabulário em mais duas ou três palavras. Ou então continuar torcendo para que a quantidade de sake servida aos convidados seja bem farta:)




Up date: Mulher Mistério vai até á Itália entrevistar um dos Top 15 sexies blogueiros, Flávio Prada . Pra conferir a entrevista, clique aqui


Um comentário:

BethS disse...

Marcinha!
Passei pra te deixar um beijo de fim de ano e pra dizer que adorei conhecer você esse ano!
Vamos nos ver mais, com certeza!
Beijo