terça-feira, agosto 15, 2006


Às vezes eu acho que quando Deus fez Adão e Eva ele deve ter errado na mão.

Quando eu estou dirigindo eu sempre sinto falta de um zóio a mais pra poder prestar atenção melhor no trânsito. Me digam, como eu posso mudar de faixa tendo que olhar o retrovisor, o transito a minha frente e o espelho tudo ao mesmo tempo!

E quando eu tenho que correr pra não perder o ônibus ou o metro. Tenho impressão que se tivesse uma perna a mais eu chegaria mais rápido e não precisaria esperar pelo próximo, já que só tendo duas pernas eu sempre perco o bendito!

E braços e mãos então! Como vários deles fazem falta pra uma sofrida dona de casa que precisa levar roupa suja pra lavanderia, lixo pra rua e guardar bagunças espalhadas por toda casa. Nem adianta falar pra eu fazer uma coisa de cada vez. Lembre-se que a sofrida dona de casa nunca tem tempo, e precisa que tudo seja feito ao mesmo tempo agora.

E quando a gente tem que carregar várias sacolas! Duas mãos, definitivamente é muito pouco!

Ontem foi um daqueles dias que cheguei carregada em casa. Levava a bolsa, uma sacola com a comida dos cachorros, uma outra sacola com a minha marmita e uns filmes de dvd e numa outra sacola limões.

Pra conseguir entrar em casa tive que colocar todas as sacolas no chão e procurar a chave do portão perdida dentro da bolsa. Quando vi, meus limões tinham escapados da sacola e estavam todos rolando para o fim da rua. Eu não sabia se corria atrás deles ou se corria pra dentro de casa e fingia que aqueles limões não eram meus.

Nem foi preciso. Quando vi, a gurizada na rua já estava correndo e gritando atrás deles enquanto eles caiam um a um dentro do bueiro...

E lá vou eu hoje de novo comprar limões. Mas tomara que apareça alguém pra me dar uma mãozinha :)


Um comentário:

Jasmine disse...

Olá Márcia,
Entrei aqui pelo blog da Ciça. Achei linda essa frase e nem sabia que Namaste queria dizer isso: o Deus emmi saúda o Deus que há em você". Quanto aos limões, faz parte né? Que delicia no final das contas ver criaças gritando e pegando. Pra quem lê é claro.
Beijos e parabéns pelo blog,
Jasmine