terça-feira, dezembro 05, 2006

O fim de ano chega e com ele as festas de confraternização das empresas. Tem gente que gosta, tem gente que desgosta. Tem gente que se diverte, mas acaba passando dos limites. Isso aconteceu com o Ricardo Antônio no ano passado...

A festa foi num lugar bem legal. Muita bebida, muita comida e além das eventuais trocas de presentes do Amigo Secreto, a empresa ainda sorteou uma viagem com todas as despesas pagas para Nova York entre os funcionários.

Quando Ricardo Antônio ouviu chamarem pelo número do seu cartão, ele não acreditou! Mas sim, ele era o feliz ganhador daquele prêmio.

A alegria era tanta que ele começou a beber tudo que aparecia na frente. Era cerveja, wisky, vodca, sake, vinho... E no final da noite ele nem se preocupava mais em trocar de copo. Ia tudo misturado no mesmo!

Ele foi de carro para festa, mas os colegas que estavam um pouco melhor que ele, resolveram chamar um táxi e manda-lo pra casa, antes que o rapaz tivesse um coma alcoólico.

A mãe não sabe dizer até hoje como foi que ele chegou em casa, porque cada vez que o motorista perguntava: Onde você mora menino? - Ele só respondia:

- Ieu morozu na Zaúde!

Bom, quando ela viu o estado que o filho chegou em casa teve até o ímpeto de dar uma bronca daquelas nele. Mas naquele estado, ela percebeu que não ia adiantar nada. Então fez o que ela achou que deveria fazer. Colocou o moleque embaixo do chuveiro frio com roupa e tudo.

Ela correu até a cozinha pra colocar uma água pra ferver e fazer um café bem forte pra ele. Quando voltou no banheiro, viu o filho tirando uma fatia de pizza de mussarela do bolso da calça e comendo embaixo do chuveiro. Quando ele viu a mãe ainda ofereceu:

- Quééé um pedazu?

Pra encerrar a bebedeira com chave de ouro, Ricardo Antônio levantou de madrugada pra chamar o hugo, mas confundiu a porta do banheiro com a do guarda roupa e fez o serviço sujo por lá mesmo. E meio zonzo ainda resmungava:

- Maldito café eze mãe!

Mas desse porre ficou a lição. Disse que depois disso, ele nem pode mais ouvir falar na palavra Nova York :)

3 comentários:

Serbon disse...

pô, mas uma viagem a NY compensa o fogão que o Ricardo Antonio amarrou.

PS - e tu, conseguiu voltar pra casa nestes temporais???? vou comprar um bote inflável.

Viva disse...

Olha, já vi muita bebedeira. Mas pizza debaixo do chuveiro foi a primeira vez. Chorei de tanto rir!

Jôka P. disse...

Tá ótima a crônica, Marcia !
Um beijo de Copacabana !
:)