terça-feira, janeiro 30, 2007


Semana passada eu fui a missa, e o sermão do padre foi sobre a extinção. Não, ele não estava falando sobre a extinção do mico leão dourado ou da arara azul, ele estava falando é da extinção da sua própria raça: dos padres!

Mas é a mais pura verdade. Alguem aqui por um acaso conhece algum padre? Ou alguma criança que você pergunte: o que você quer ser quando crescer minino? e ele responda: quero ser padre! Eu nunca conheci ninguem.

Ele disse que existem várias paróquias que pertencem a mesma diocese funcionando sem padre. Como pode uma igreja funcionar sem padre? Pra mim é a mesma coisa que uma sauna for man, abrir sem as dançarinas!

Mas vejamos. Quais as vantagens em ser padre? Tem 16º salário? não. Tem participação nos lucros? não. Não tem nem vale coxinha e muito menos vale volta no quarteirão. A única vantagem é que ele é unha e carne com Deus, mas parece que isso não tem estimulado muito os cristãos não ...

Mas quem sabe, se pelo menos o ambiente de trabalho de todos eles fosse mais parecido com o desse padre aqui, as coisas seriam diferentes:

O novo Padre da paróquia estava tão nervoso no seu primeiro sermão, que quase não conseguiu falar. Antes do seu segundo sermão, no domingo seguinte, perguntou ao arcebispo como poderia fazer para relaxar. Este lhe sugeriu que na próxima vez, colocasse umas gotas de vodka na água e que depois de uns goles estaria mais tranqüilo.

No domingo seguinte aplicou a sugestão se sentiu-se tão bem, que poderia falar alto até no meio de uma tempestade, de tão feliz e descontraído que se encontrava. Depois de regressar à reitoria da Paróquia encontrou uma nota do Arcebispo dizendo-lhe:

Prezado Padre, seguem algumas observações:

1) Na próxima vez, coloque gotas de vodka na água e não gotas de água na vodka.

2) Não coloque limão e açúcar na borda do cálice.

3) Judas traiu Jesus, não o "sacaneou".

4) Jesus foi crucificado, não enforcado.

5) e Tiradentes não tem nada a ver com a história.

6) Aquela "casinha" é o confessionário; não o banheiro.

7) A iniciativa de chamar o público para cantar foi louvável, mas fazer trenzinho e correr pela igreja foi demais...

8) Nunca reze a missa sentado na escada do altar; muito menos com o pé sobre a Bíblia Sagrada.

9) Procure usar roupas debaixo da batina.

10) Jesus nasceu em Belém, mas isto não significa que ele seja paraense.

11)Numa missa não se deve fazer perguntas ao público. Também não se deve pedir ajuda aos universitários. Até porque eles não sabem nada!


Atenciosamente,

O Arcebispo

P.S.: Uma missa leva em torno de uma hora, e não dois tempos de 45 minutos. E aquele sujeito sentado no canto do altar, a quem você se referiu como "travecão de vestido", era eu.


2 comentários:

Darlan disse...

MÁRCIA,
com essa, vai ser ainda mais difícil algum se habilitar ao sacerdócio, senão vejamos: vida de arzobispo não é mole, não, mormente se tem sob sua égide (he he) padres amantes da agüinha (vodka, palavra eslava).

Grato pelas gargalhadas, às 7 da matina.

Serbão disse...

peraí, o padre disse que Cristo foi enforcado?
então ele é o

Daniel Piza!