sábado, janeiro 26, 2008

A gravidíssima Bibi me passou uma meme e juro que todas que li até que achei bem legal. Mas o problema é que nessa aí a gente tem que contar algumas coisas que aconteceram na nossa vida durante um determinado período e embora eu tenha muitas lembranças da minha infância e até da minha adolescência, o que não consigo me lembrar com exatidão é quando exatamente elas aconteceram. Então pode ser que eu conte aqui memórias de outros anos e até de outras pessoas achando que foi comigo que aconteceu o negócio.

Mas vamos lá:


1978 – 30 anos atrás

Nesse ano acho que o fato mais marcante pra mim foi o aniversário de 18 anos de uma prima que ganhou um carro de presente (um fusca bege com laço vermelho no teto). A chave do carro estava numa caixa dentro do bolo, estrategicamente posicionada pra que ela a encontrasse assim que cortasse o primeiro pedaço. A partir daquele dia eu comecei a acreditar que todo bolo de 18 anos viria com uma chave de carro e achei aquilo o máximo.

Me lembro também de usar polainas coloridas e dançar freneticamente usando um top de lantejoulas numa discoteca com um globo prateado pendurado no teto na companhia de um negão todo sarado. Mas pensando bem, acho que quem fazia isso era a Sonia Braga na novela Dancing Days.

1983 – 25 anos atrás

Foi nesse ano que comecei a aceitar subornos. Pra deixar minha amiga com o namorado – bem mais velho que nós – sozinhos, ele me comprava trazendo chocolates. Deve ter sido aí que começou o meu vício.

Já tinha feito Jazz, pintura em pano de prato e artesanato com embalagem de ovos (isopor). É minha vida acadêmica começou bem cedo...

E nesse mesmo ano tive um grande amigo que morreu afogado. Foi a primeira grande perda de toda minha vida...

1988 – 20 anos atrás

Finalmente fiz 18 anos e descobri que toda aquela história de chave de carro dentro do bolo era balela, mas tive a melhor festa de aniversário de todos os tempos. Fui com uma renca de amigos numa danceteria chamada QG na Viera de Morais (quem é de SP talvez se lembre do lugar) e passei a noite inteira no segundo andar da danceteria dando uns beijos num garoto de 15 anos cuja namorada se encontrava no primeiro andar.

Ahh e também falsificava minha carteirinha (pra menor) pra conseguir entrar na matine de uma danceteria chamada Up and Down (nos Jardins) onde só podia entrar quem tinha até 17 anos.

1993 – 15 anos

Já era Sra. Kawabe, ou melhor, Kawabe San, já que morei até a metade desse ano no Japão. Trabalhava numa fábrica fazendo sushis (Cozinheira Nipônica) e durante todo o tempo que fiquei por lá (quase dois anos) nunca na vida experimentei um. Arrependo-me até hoje por causa disso, já que sushi é um dos meus pratos favoritos.

1998 - 10 anos atrás

Deve ter sido um ano muito ruim por que não consigo me lembrar de nada tão substancial que tenha acontecido nele. Ou talvez não, por que foi o primeiro ano que consegui tirar férias e viajar (Passei uma semana em São Luís – MA) desde que tinha voltado do Japão.

2003 - 5 anos atrás

Acho que passei a maior parte do ano envolvida com a reforma aqui de casa. Eu vivia com a fita métrica na mão, revistas de decoração, catálogos de tinta e a noite quando perdia o sono, meu pensamento predileto era quebrar paredes. Mas quando tudo terminou deu uma satisfação danada. Mas o pior é que já preciso fazer tudo de novo ...

E como toda meme que se preze, é necessário passar a bola pra outro, então passo para:

3 comentários:

Flávio disse...

Caramba... que memória vc tem! :) Bom fim de semana, colega.

Mirella disse...

Muitcho bom...
Gostei de saber disso tudo!
bjs

Andréa N. disse...

Oba!! Vc tem a minha idade!! :)
E eu tambem adoro sushi. Sou vegana, entao faco com legumes e verduras, mas to na maior briga pra enrolar os danados direito. Nao tenho muito jeito com coisinhas manuais...